URBANIZAÇÃO DE TABATINGA E IMPACTOS AMBIENTAIS: ESTUDO DE CASO DO IGARAPÉ URUMUTUM

Paulo César Bezarra, Jonas Dias de Souza

Resumo


O presente trabalho analisa os impactos ambientais na sub-bacia do Igarapé Urumutum, localizado a nordeste do município de Tabatinga-AM. O objetivo da pesquisa é identificar os fatores de degradação ambiental advindo da ocupação urbana e rural, caracterizar ambientalmente a sub-bacia no que se refere aos usos sociais, culturais e econômicos e, por fim, discriminar os possíveis impactos ambientais em curso no igarapé. Para alcançar os objetivos, realizou-se revisão bibliográfica sobre o conceito de impacto ambiental e a urbanização de Tabatinga, observações dirigidas com registro fotográfico e entrevistas e aplicação de questionários com a população do local. Os resultados mostram que os impactos ambientais ocorrente no igarapé Urumutum são maioria de origem urbana, sendo resultados de descarte de lixo e despejo de efluentes liquido, enquanto na área rural, observou-se o continuo processo de desmatamento. Esse conjunto de atividades afetou de forma negativa as relações da população com igarapé, diminuindo os usos sociais, consumo da água, transporte de alimentos, pesca e lazer.

Palavras-chave: Igarapé Urumutum; Impactos ambientais; Tabatinga


Texto completo:

PDF

Referências


BECKER, Bertha K. As amazônias de Bertha Becker: ensaio sobre geografia e sociedade na região amazônica. V. 3. Organização Ima Célia Guimarães Vieira. 1ª ed. Rio de Janeiro: Garamond, 2015.

SÁNCHEZ, Luis Enrique. Avaliação de impacto ambiental: conceitos e métodos. 2 ed. São Paulo: Oficina de Textos, 2013.

MILARÉ, Édson. Direito do ambiente. 8.ed. atual. E ampl. São Paulo: Editora Revista dos tribunais, 2013.

CUNHA, Sandra Baptista da; GUERRA, Antonio José Teixeira (organizadores). Avaliação e perícia ambiental- 16ª ed.- Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2017.

MOTTA, Jorge Aponte. (2011). La frontera en el espacio urbano: expresiones del límite entre Leticia (Colombia) y Tabatinga (Brasil). Mundo Amazónico, 2, 199–224.

ARAGON, Luis CLUSENER-GODT, Miguel (Orgs.). Problemática do uso local e global da água da Amazônia. Belém: NAEA, 2003. 504p.

STEIMAN, Rebeca A geografia das cidades de fronteira: um estudo de caso de Tabatinga (Brasil) e Letícia (Colômbia). Rio de Janeiro, UFRJ, 2002. x, 117 p.

SOUZA, Jonas Dias. Meio ambiente no Brasil: valores, políticas e normas. Interface, v. 12, p. 103-118, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


GeoAmazônia. Todos os Direitos Reservados.
Print ISSN: 1980-7759 (impresso)
eISSN: 2358-1778
DOI da Revista GeoAmazônia: 10.17551/2358-1778/geoamazonia

Indexadores: DOAJ - Latindex - Periódicos da CAPES - Crossref -  BASE - DRJI -Open Science Directory/EBSCO - Google Acadêmico - Wordcat - Index Corpenicus - Suncat - SUDOC - COPAC - Scilit - ERIH PLUS - REDIB (antigo E-Revista) - EZB - Sumários - LivreEuropub - ZDB - GIGA - CIRC - Openaire - OAJI - Jifactor - Diadorim - MIAR - Citefactor - Journal Factor - Infobase - Biblioteke Virtual - Sindexs - Researchbib - PBN - SHERPA/ROMEO - ZB MED - La Referencia - REBIUN - World WideSciente. Org